Encontro das Mulheres do Agronegócio na Exporã, terá como palestrante Edy Tarrafel

COMPARTILHE NA SUA REDE SOCIAL

Encontro das Mulheres do Agronegócio na Exporã acontecerá dia 22/3, às 14h no Auditório do Sindicato Rural de Ponta Porã 

A mulher atua com competência em diversas áreas, porque não no agronegócio”. O destaque foi da presidente do Sindicato Rural de Ivinhema, Edy Elaine Biondo Tarrafel, a primeira palestrante da manhã de quarta-feira, no segundo dia da 21ª edição da Tecnoagro 2018 que vem detalhando a importância comprovada delas no setor e a Sucessão Familiar. Estes são os motes do evento, mas o pano de fundo é sempre a produtividade e o combate à doenças que afetam o solo tendo como ponto de partida as pesquisas da Fundação Chapadão que neste ano mostrou um poder de mobilização ainda maior em seus eventos de cunho científico no Tour de Soja e agora com a vinda de palestrantes de alto nível para enriquecer a Tecnoagro.

PECUARISTA DE CAPACIDADE RENOMADA – Edy Elaine Biondo Tarrafel é pecuarista de capacidade reconhecida no Brasil e seu marido trabalha como dentista. Nestes eventos do mundo do agronegócio ele apenas acompanha a esposa que é a “expert” nas atividades do campo. Segundo ela a mulher é mais aberta à capacitação e muito organizada. Estas qualidades garantem um passo à frente em direção ao sucesso empresarial quando este for o foco. Gosta das ações bem feitas e pesquisa muito antes de tomar decisões que possam afetar o empreendimento.

“Vamos ver quanto tempo ela venda a fazenda” foram questões que Edy Elaine Biondo Tarrafel ouviu muito antes de ser uma mulher de capacidade reconhecida no tradicional mundo do agronegócio no Brasil.

PERDEU O PAI CEDO – O perfil de Edy é parecido com outras mulheres de sucesso que perdeu o pai aos 20 anos e teve que se adaptar rapidamente à nova realidade. Hoje ela compartilha a experiência bem sucedida com mulheres e homens do agro negócio em todo o Brasil. Ela foi pega de surpresa, sem o devido preparo para assumir o comando naquele momento, mas conseguiu superar todas as adversidades num período onde a questão de gênero era ainda mais acentuada neste setor.

COMENTE AQUI