ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Após recorde de calor, tempestade de areia atinge MS e derruba temperatura em 17ºC em poucos minutos

Por g1 MS e TV Morena — Campo Grande

Pelo menos dois municípios de Mato Grosso do Sul foram atingidos por uma ventania carregada de poeira no início da tarde desta quinta-feira (21).

Segundo a Climatempo, foram registrados ventos de 80 km/h em Dourados e 63 km/h em Ponta Porã. A ventania que chegou ao estado pelo sul, avança até o centro, chegando na capital e em Sidrolândia. Já o Aeroporto Internacional de Campo Grande Ueze Elias Zahran, chegou a registar rajada de 70 km/h.

Além disso, o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste registrou queda de temperatura em Dourados de 37,4 °C, às 12h58, para 20,1 °C, às 13h28. Ou seja, diminuição de 17,3 °C em um intervalo de 30 minutos. Imagens feitas por moradores mostram a tempestade de areia encobrindo Dourados, Ponta Porã, Iguatemi e Sidrolândia, localizadas no sul e centro do estado.

Em Ponta Porã, ao meio-dia, estava batendo os 34 °C, já às 15h, a temperatura caiu para 18 °C. 

“A combinação da passagem de uma frente fria com o ar muito quente que está sobre o MS estimula mais nuvens carregadas sobre o estado. Esta frente fria traz ventos frios que desta vez vão conseguir entrar em MS aliviando o calorão. O estado vem sendo um dos locais mais quentes do Brasil desde o início da onda de calor de março, há cerca de 10 dias”, relatou a meteorologista da Climatempo, Josélia Pegorim.

Segundo Pegodim, de sexta-feira até domingo, várias regiões do estado vão ter temperaturas máximas abaixo dos 30°C, mas por causa da atmosfera ainda muito quente, existe risco de chuva forte nos próximos dias.

No momento, a Defesa Civil de Dourados informou que está atendendo chamados por quedas de árvores, com obstrução de vias, mas ninguém ficou ferido.

Em Ponta Porã, a Secretaria de Obras já trabalha para atender ocorrências de destelhamentos e quedas de árvores.

Tempestade chegando em Campo Grande. — Foto: Isabelly melo

Tempestade chegando em Campo Grande. — Foto: Isabelly Melo

Tempestade de areia em Dourados (MS). — Foto: Reprodução

Tempestade de areia em Dourados (MS). — Foto: Reprodução

COMPARTILHE AGORA MESMO