ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Chuva forte com rajadas de ventos derruba árvores e alguns semáforos param de funcionar em Campo Grande

Por Flávio Dias, G1MS — Campo Grande

Árvore cai durante chuva e interrompe trânsito em rua central de Campo Grande. — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Árvore cai durante chuva e interrompe trânsito em rua central de Campo Grande. — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

A chuva forte que caiu no início da tarde desta segunda-feira (9) acompanhada de rajadas de ventos, derrubou árvores e alguns semáforos pararam de funcionar causando transtorno no trânsito de Campo Grande.

Segundo o meteorologista Natálio Abrão, foram cerca de 14,2 milímetros de chuva que durou 35 minutos. Os ventos chegaram a 58,4 km/h.

De acordo com a coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima do Estado (Cemtec), Franciane Rodrigues, as chuvas desta semana é decorrência das mudanças de circulação de ventos, que contribuem para a formação de nuvem de chuva.

“Além disso, essas áreas de instabilidades vão se intensificar mais ainda devido a uma passagem de uma nova frente fria e isso deve contribuir principalmente para as condições de temporais e tempo adversos em Mato Grosso do Sul pelos próximos dias”, explicou ao G1.

Após tempestade árvore cai na rua 26 de Agosto, região central da Capital de MS. — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Após tempestade árvore cai na rua 26 de Agosto, região central da Capital de MS. — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Na capital, árvores caíram e interromperam parte do tráfego de veículos, mesmo assim, conforme o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (Bptran), não foi registrado acidentes graves no período da chuva. O Corpo de Bombeiros informou que foram registradas 19 ocorrências, todas quedas de árvores.

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) também informou que ainda não há um levantamento de semáforos que pararam de funcionar por conta da tempestade, mas pontuou que alguns pararam por serem antigos ou por falta de energia.

COMPARTILHE AGORA MESMO