Chuvas intensas são esperadas para o fim de semana em Mato Grosso do Sul

Compartilhe agora mesmo!!!

O volume de chuva registrado nos últimos dias em Mato Grosso do Sul confirmou as estimativas dos institutos de meteorologia que já indicavam a retomada gradativa das chuvas a partir da segunda quinzena de outubro.

A boa notícia é que as precipitações registradas até aqui marcam o retorno da chuvas de forma oficial e gradativa. A afirmação é da coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), Franciane Rodrigues que destacou que de agora em diante as chuvas “serão frequentes”.

Tendência de precipitação até 23 de outubro indica volume de chuvas com bons acumulados em torno de 50 milímetros e com áreas de concentração na região pantaneira. A partir daí até o final do mês, a intensidade de chuva aumenta ainda mais, podendo variar entre 50 a 100 milímetros.

Os temporais com granizos, raios e ventos fortes são a principal preocupação das autoridades, pois essas são as principais características desse período de início das chuvas da primavera e requerem bastante cuidado e atenção.

 

Sexta-feira

Para esta sexta-feira (16) a previsão do Cemtec indica a possibilidade de chuvas localmente intensas no Estado. O dia terá céu nublado a encoberto e pode chover todas as regiões.

Os índices de umidade relativa do ar estarão elevados neste dia com a variação estimada entre 95% a 60%. Vento fraco a moderado em todas áreas.

As temperaturas poderão variar entre de 20°C a 35°C e na capital a mínima está estimada em 22°C e a máxima em 30°C.

Cuidados

Diante desses fenômenos adversos que podem ocorrer em diversos pontos do Estado, a Coordenadoria de Defesa Civil Estadual e o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima, orientam que os sul-mato-grossenses fiquem atentos as primeiras chuvas da primavera que são de difícil previsibilidade e podem vir acompanhadas de raios, ventos fortes e queda de granizo.

Em caso de ventos fortes a orientação principal é não estacionar embaixo de árvores, placas de propaganda e torres de transmissão, pois há risco de queda. No caso de chuvas fortes, não subir em telhados durante ou após a tempestade; evitar pontos de alagamentos ou enxurradas temporárias; no trânsito, buscar rotas alternativas ou lugar seguro para esperar a chuva passar; caso não seja possível dirija devagar, acenda o farol e mantenha distância dos veículos à sua frente.

Em caso de raios, evite locais abertos; não se abrigue embaixo de árvores; mantenha distância de cercas de metal; fique calçado; desligue eletroeletrônicos da tomada; não fique em pontos altos como morros ou topos de prédios; e não se abrigue embaixo de estruturas metálicas.

Para receber os alertas da Defesa Civil basta enviar um SMS para o número 40199 e colocar no corpo da mensagem o CEP da residência.

 

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

 


Compartilhe agora mesmo!!!