ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

COVID-19: Com UTI lotada Ponta Porã revela pior cenário da pandemia

Coletiva de Imprensa sobre Covid-19 em Ponta Porã

Ponta Porã cidade com 92 mil habitantes fronteira seca com Pedro Juan Caballero, revela um cenário pior que a primeira onda da pandemia causada pelo novo coronovirus COVID-19, que teve inicio no Brasil na primeira quinzena de março de 2020.

O Prefeito de Ponta Porã Hélio Peluffo acompanhado do Secretário Municipal de Saúde, Patrick Derzi realizou uma coletiva de imprensa no paço municipal, onde alertou toda população para redobrar a atenção e os cuidados em relação a COVID-19.

“É urgente que as pessoas fiquem em casa, evitem aglomerações, inclusive em reuniões e festas familiares. Usem máscara o tempo todo e façam higienização constante das mãos. Vamos reunir o Comitê COVID 19 e avaliar as necessidades de adoção de medidas restritivas” disse Hélio Peluffo.

Hélio Peluffo enfatizou ainda que nos porximos 15 dias haja respeito e proteção a vida. “Com as 20 vagas de UTI ocupadas não temos como garantir o atendimento hospitalar para os pacientes mais graves” frisou.

O Secretário Municipal de Saúde Patrick Derzi voltou a pedir para população que evitem aglomeração e retomem os cuidados por meio da orientação dos protocolos da vigilância sanitária.

“A equipe de saúde e todo comitê de combate a Covid-19 esta exausto, são meses de ações e trabalho árduo para conter o avanço da doença, mas continuaremos firme em nosso trabalhod e proteger vidas, mas é preciso a efetiva colaboração da população” salientou.

O Comitê Municipal de Combate a Covid-19 estará se reunindo na segunda-feira (30), onde será avaliado o cenário atual, o gráfico de avanço da doença no município de fronteira, a quantidade de contaminados, o número de pacientes intenados na UTI e a quantidade de paciente de Ponta Porã, uma vez que o municipio atende 11 cidades do interior do estado e brasileiros residentes no Paraguai .

“São esses números que definirão possiveis medidas restritivas ou não. Porém volto a pedir que a população obedeça as orientações das autoridades em saúde e redobrm a atenção nestes próximos dias para evitar a proliferação da doença em nossa cidade” destacou Hélio Peluffo.  

Ponta Porã ultrapassou a casa de 1500 casos positivos, com 1426 recuperados, 57 em isolamento domiciliar e 42 óbitos.

Foto – Lécio Aguilera

Legenda – Prefeito Hélio Peluffo e secretário municipal de Saúde Patrick Derzi durante entrevista coletiva no paço municipal  

     

COMPARTILHE AGORA MESMO