ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Dupla é presa ao oferecer R$ 5 mil para que candidatos de MS fizessem filmagens e difamassem adversário

Por Graziela Rezende

Duas pessoas foram presas e autuadas pelo crime de corrupção eleitoral ao serem flagradas oferecendo R$ 4 e R$ 5 mil para que candidatos a vereador, de uma coligação oposta, realizassem filmagens para difamar um candidato a prefeito e, em seguida, declarassem apoio a candidata adversária. O fato ocorreu nesse sábado (14), em Jardim, a 193 km de Campo Grande.

“Uma denúncia anônima nos levou até eles. O próprio candidato a ser difamado já estava sabendo dos fatos e nós fomos até o endereço, onde o vídeo seria gravado e também seria negociada o pagamento e se o candidato a vereador aceitaria mesmo. Antes, a negociação vinha sendo feita por WhatsApp e a equipe do SIG [Serviço de Investigações Gerais] já abordou um dos envolvidos chegando no local”, afirmou ao G1 a delegada Allana Zareli, responsável pelas investigações.

Em seguida, as pessoas foram levadas para a delegacia. “Nós verificamos os áudios e confirmamos a participação de dois homens. Eles foram presos em flagrante e tiveram direito à fiança de R$ 5 mil, que é o valor prometido para as testemunhas. Após pagar, eles foram liberados e respondem ao processo por corrupção político em liberdade”, comentou a delegada.

A polícia apreendeu ao todo quatro celulares contendo inúmeros áudios da negociação e instaurou o inquérito por corrupção eleitoral, crime previsto no artigo 299 do Código Eleitoral.

COMPARTILHE AGORA MESMO