Em Miranda, governador anuncia R$ 12 milhões em obras e leva auxílio às famílias em situação de vulnerabilidade com o Mais Social

Mãe de seis filhos, Daniela da Silva, de 36 anos, está desempregada, mas sabe que vai poder contar com o cartão Mais Social para garantir comida na mesa.

Com a pequena Dara, de 2 meses, nos braços, Daniela recebeu o cartão das mãos do governador Reinaldo Azambuja nesta quinta-feira (28), em Miranda.

“Sou doméstica, mas estou desempregada. Faço bico quando aparece. Essa ajuda é muito importante. Fica muito difícil sem esse benefício”, disse.

Daniela da Silva, beneficiária do Mais Social

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, o programa social idealizado pelo secretário Eduardo Riedel (hoje na pasta de Infraestrutura), vai atender cerca de 600 pessoas em Miranda.

“Temos 302 pessoas que recebiam o Vale Renda e vão ser atendidos pelo Mais Social e mais 300 famílias que também vão ser atendidas aqui com o cartão. Em todo o Estado, mais de 100 mil famílias vão receber. Já nas comunidades indígenas, entregamos as cestas de alimentos. Eram 18.750 e vamos aumentar para 20 mil”, afirmou o governador.

Em sua agenda em Miranda, acompanhado dos secretários Eduardo Riedel, da Infraestrutura, e Sérgio de Paula, da Casa Civil, Reinaldo Azambuja anunciou investimentos que somam R$ 10,1 milhões em infraestrutura e entregou uma motoniveladora à prefeitura para reforçar as ações de recuperação das estradas vicinais do município.

O Estado, em sete anos, investiu cerca de R$ 66,6 milhões em Miranda, em todas as áreas, melhorando os serviços públicos e garantindo qualidade de vida à população.

“Preciso desse cartão”

Entre os beneficiados pelo Programa Mais Social está também Paula Lopes Costa, de 30 anos, que precisa do auxílio porque está desempregada. Ela mora com a filha Yasmim, de 6 anos, e uma irmã.

“Faltaria comida se não tivesse o Mais Social. Eu já fui vendedora de loja, mas estou desempregada”, conta.

Laura Lopes

Laura Lopes da Silva Barbosa, 32, perdeu o emprego de doméstica durante a pandemia. Ela recebia o Vale Renda e está migrando para o Mais Social. “Eu moro com meus dois filhos, de 11 e 16 anos. Dependo de apoio para pagar as contas. Desde que perdi o emprego por causa da pandemia, distribuí currículo, mas não fui chamada. Então, preciso desse cartão”.

O Mais Social atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa do Governo do Estado paga R$ 200 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

Disponibilizado por meio de um cartão, o dinheiro pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. A compra de bebidas alcoólicas ou cigarros não é permitida.

Pontes e saneamento

Durante ato realizado na histórica Praça Agenor Carrilho, o governador Reinaldo Azambuja assinou ordens de serviço para a construção de uma ponte de concreto sobre o Córrego Vilas Boas e reforma da Escola Estadual Indígena Professor Atanásio Alves, na aldeia Lalima. Também autorizou a reforma do Hospital Municipal Renato Albuquerque Filho e autorizou convênio com a prefeitura para revitalização da Praça Agenor Carrilho.

 

Em Miranda, Reinaldo Azambuja anunciou importantes obras em infraestrutura e saneamento

No setor de saneamento, juntamente com o presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, o governador deu ordem serviço para perfuração de um poço tubular e um reservatório metálico (1.1oom³ de capacidade). Na oportunidade, anunciou investimentos de mais R$ 12,7 milhões na construção de uma nova Estação de Tratamento e Esgoto (ETA), com mais 25 km de rede. Hoje, a cobertura de esgotamento sanitário local chega a 40%.

Reinaldo Azambuja ainda autorizou elaboração de projeto de engenharia para construção de uma segunda ponte de concreto no Córrego Vilas Boas, na área urbana, e fez a entrega de 25 termos de autorização de baixa e caução e hipoteca do conjunto residencial do extinto Previsul.

Alcione Carvalho

Um dos beneficiários foi a família da ex-funcionária pública Alcione Carvalho, 56 anos. “É uma benção, uma garantia daquilo que sempre sonhamos, que é a casa própria”, disse ela.

Ao final de sua visita a Miranda, o governador visitou alguns locais da cidade atingidos por vendavais, dentre os quais o Centro de Referência da Cultura Terena, e garantiu recuperar as instalações, a pedido do prefeito Fábio Florença e dos vereadores.

Estiveram presentes aos atos o secretário-ajunto da Semago (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Ricardo Senna; deputado estadual Gérson Claro; e os prefeitos de Aquidauana, Odilon Araujo, e Kazuto Horii, de Bodoquena. Também prestigiaram os vereadores do município, dentre os quais o presidente da Câmara, André Vedovato.

Paulo Fernandes, Subcom, com colaboração de Sílvio de Andrade

Fotos: Saul Schramm

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!