ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Fluminense bate o Boca Juniors em jogo dramático e conquista a Libertadores

Cano e John Kennedy fazem os gols da vitória por 2 a 1, na prorrogação, e torcida celebra a glória eterna no Maracanã

GLOBOESPORTE

Chegou a vez do Fluminense! Em um jogo com pitadas de drama, com direito a prorrogação, expulsões e gols dos seus artilheiros, o clube finalmente entrou para o panteão de campeões da Conmebol Libertadores. John Kennedy foi o herói da conquista ao marcar o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Boca Juniors, neste sábado, no Maracanã, no primeiro tempo da prorrogação – Cano abriu o placar no primeiro tempo e Advíncula havia empatado no segundo.

Com a conquista do título da Libertadores, o Fluminense garantiu a classificação para as edições de 2023 e 2025 do Mundial de Clubes e para a Recopa, que será disputada em 2024 contra a LDU, do Equador, campeã da Copa Sul-Americana.

Fluminense é campeão da Libertadores 2023

Fluminense é campeão da Libertadores 2023 (Foto: André Durão / ge)

Cano terminou a Libertadores com a artilharia. Ele marcou 13 gols, inclusive, o primeiro da vitória na final. O argentino ainda se tornou o maior goleador do Fluminense na história da competição, com 16 gols, superando Fred, que marcou 15.

Ao colocar John Kennedy em campo, o técnico Fernando Diniz chamou o jovem e o incentivou falando que faria o gol do título. O jovem entrou e correspondeu com um golaço, que garantiu a conquista. Na comemoração, foi para os braços da torcida e acabou sendo expulso ao levar o segundo cartão amarelo.

 

COMPARTILHE AGORA MESMO