Mais de 58 mil pessoas foram abordadas e 31 mil veículos vistoriados durante a Operação Boas Festas

A Polícia Militar divulgou essa semana um balanço da Operação Boas Festas, deflagrada no dia 27 de novembro para reforçar o policiamento em todo o Estado, com o objetivo de aumentar a segurança nas ruas, especialmente em áreas comerciais.

Conforme dados da Polícia Militar, até agora já foram abordadas em todo o Estado 58.702 pessoas e vistoriados 31.198 veículos. Também foram apreendidas 8,9 toneladas de drogas, 64 armas de fogo ilegais, recuperados 187 veículos furtados ou roubados e presos 248 foragidos da Justiça.

Dos mais de 58 mil abordados, 2.124 acabaram sendo conduzidos para a Delegacia. Dos veículos vistoriados 5.861 foram notificados ou autuados por infrações diversas e 730 deles acabaram sendo removidos para pátios do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por estarem em situação irregular.

Este ano, com a suspensão dos eventos oficiais e com a decretação do Toque de Recolher pelo Governo do Estado, a Operação Boas Festas foi mais tranquila que em anos anteriores, segundo o coronel da Polícia Militar André Henrique de Deus Macedo, comandante do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM). “Esses fatores permitiram uma melhor condição de fiscalização” explica.

Segundo o comandante do CPM, com menos pessoas nas ruas e trânsito apenas entre residências, houve também considerável diminuição na prática de ilícitos. O reforço do efetivo ordinário da Operação Boas Festas segue até o próximo dia 4 de janeiro, em todas as regiões urbanas. “Em razão da prorrogação do Toque de Recolher pelo Governo Estadual, o nosso foco agora é evitar aglomerações, por isso todas as unidades operacionais estão orientadas a realizarem a fiscalização, coibindo eventuais festas clandestinas, independentemente do horário”, garante o coronel Macedo.

A Operação Boas Festas é realizada em razão do aumento do fluxo de pessoas pelas áreas comercias dos municípios durante o período que compreende o Natal e o Ano Novo, por conta do pagamento 13º salário e das tradicionais compras de fim de ano, visando garantir a segurança no comércio e da população em geral.

Joelma Belchior, Sejusp

Foto: Divulgação

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!