ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Pancada de chuva destrói forro de rodoviária, derruba árvore e deixa moradores sem luz em Ponta Porã

Por Débora Ricalde*, G1 MS

Uma forte chuva em Ponta Porã, na região de fronteira com o Paraguai, a 324 km de Campo Grande, destruiu o forro da rodoviária local, derrubou uma árvore e deixou vários moradores da região sem luz. A tempestade ocorreu nessa segunda-feira (12) com ventos que ultrapassaram 50 km/h.

Com um volume de cerca de 20 mm, a chuva derrubou uma árvore que quebrou um muro e atingiu duas casas do município. Em uma delas o padrão de energia foi destruído gerando o prejuízo de R$ 1 mil ao morador.

Segundo o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de MS (CEMTEC) durante toda essa semana a previsão é de tempo instável e uma melhora na umidade do ar que pode chegar a 95%. Confira a previsão:

Quarta-feira (14)

  • Previsão de céu nublado a encoberto, com possibilidade para pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado, com variação na umidade relativa do ar estimada entre 40% a 80%.
  • O tempo apresenta vento fraco a moderado em todas as regiões com possibilidade de rajadas nas regiões pantaneira, sudoeste, sul e central.

Quinta-feira (15)

  • Previsão de chuva em todas as áreas no MS, com céu nublado a encoberto e possibilidade para pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado.
  • A variação na umidade relativa do ar está estimada entre 50% a 80% no ao longo do dia e o vento será de fraco a moderado, em todas as regiões.

Sexta-feira (16)

  • Previsão de chuvas intensas com céu nublado a encoberto e possibilidade para pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado. Além de uma variação na umidade relativa do ar estimada entre 60% a 95% ao longo do dia.
  • O vento estará de fraco a moderado em todas as regiões.

Sábado (17)

  • Com tempo instável, a previsão é de céu nublado a encoberto com possibilidade para pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado.
  • A umidade relativa do ar sofre uma variação estimada entre 40% a 90% ao longo do dia e o vento vai de fraco a moderado em todas as regiões.
  • A CEMTEC reforça que as primeiras chuvas da primavera normalmente são rápidas, intensas e de rápida dissipação, podendo causar prejuízos a população.
COMPARTILHE AGORA MESMO