ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Prefeito de Nioaque “rebate” parecer do MPMS que “pede sua cassação”

Parecer do MPMS é favorável à cassação de candidatura de prefeito de Nioaque

Além do chefe do executivo, o vice também pode ficar inelegível, se juiz decidir

Prefeito e vice de Nioaque. (Foto: Montagem, Jornal Midiamax)
O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) deu parecer favorável para uma ação de Investigação Judicial Eleitoral, na última terça-feira (10), em Nioaque, distante 188 km de Campo Grande. O processo pode cassar o registro de candidatura do atual prefeito e vice, Valdir Júnior (PSDB) e Danilo Catti (PSDB), respectivamente, e deixá-los inelegíveis.De acordo com a ação, os candidatos à prefeitura da chapa majoritária da coligação “Nioaque Não Pode Parar” (B/ Patriota/ / PSD/ / PSDB/ Pode) está se beneficiando do atributo de obras públicas com o intuito de se promoverem durante período eleitoral.

Com isso, os pretendentes ao cargo público poderão ter o registro da candidatura declarado inelegível. O MPMS solicitou ainda a condenação dos candidatos, que poderão ficar inelegíveis por 8 anos.

A ação foi requerida pela coligação “ Nioaque” (MDB/ PDT/ PL/ DEM), que tem como chapa majoritária a candidata Ilca Domingos (MDB), para prefeita, e Dr. Wendell (PDT), como vice.

OUTRO LADO

A reportagem do Portal de Ponta manteve contato com a Assessoria do Prefeito Valdir Junior que encaminhou uma Nota Publica postada no perfil Facebook do prefeito de Nioaque.

NOTA PÚBLICA

Como é de conhecimento público (postado pela própria candidata nas redes sociais), a coligação encabeçada pela candidata Ilca ajuizou ação de investigação judicial eleitoral contra a nossa candidatura, pedindo a cassação do registro da candidatura e a declaração de inelegibilidade.

Apresentamos defesa, pugnando pela improcedência da ação. A Promotora de Justiça Eleitoral de Nioaque, Dra. Mariana Sleiman, emitiu parecer pela procedência da ação. Agora o processo vai a julgamento pelo Juízo Eleitoral. Sobrevindo a sentença, quem não concordar com a decisão pode recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral – TRE/MS.

Nossa adversária tem travado verdadeira batalha judicial a fim de tentar cassar a nossa candidatura, assim como já fez em eleições passadas, em verdadeira demonstração de medo das urnas. No entanto, estamos seguros de que nada fizemos de errado, nada tendo a temer.

Além do mais, sempre pautamos nossas candidaturas (nesta eleição e nas anteriores) pela lisura no pleito eleitoral, como é de conhecimento de toda a população Nioaquense e do próprio Poder Judiciário.

Nossa caminhada continua, de cabeça erguida e com muito respeito pelas pessoas, buscando dias melhores para nossa gente.

Com fé em Deus e nos amigos Nioaquenses VAMOS VENCER MAIS ESSA!

COMPARTILHE AGORA MESMO