Preservação dos recursos naturais depende de cada um de nós. Faça a sua parte!

Mato Grosso do Sul é um estado que se destaca pelas belezas e recursos naturais abundantes que movimentam o turismo e a economia da região. Entretanto, esses aspectos naturais precisam ser preservados desde já para que não haja um desequilíbrio ambiental, econômico e social no futuro; e isso é possível com ações sustentáveis.

Muito se fala de sustentabilidade atualmente, mas você já parou para pensar sobre o assunto? E principalmente para ponderar que conseguiremos obter resultados satisfatórios para as gerações futuras apenas com a mudança de pequenos hábitos?

Para que uma série de transformações sustentáveis aconteça e possamos preservar os nossos recursos naturais é necessário o esforço de toda sociedade, ou seja, da administração pública, empresas privadas e, principalmente, de cada cidadão.

Com o propósito de promover essa responsabilidade socioambiental e a preservação das riquezas naturais de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado instituiu a Política Estadual de Sustentabilidade, por meio do Decreto nº 15.543, de 09 de novembro de 2020.

No âmbito da Administração Pública Estadual, a Política de Sustentabilidade vem com propósitos maiores do que redução de gastos, como por exemplo: melhoria da qualidade de vida no ambiente de trabalho, bem-estar social, compras e contratações sustentáveis, gestão adequada de resíduos sólidos e promoção da educação ambiental.

Um dos eixos temáticos citados no Decreto é o uso racional dos recursos naturais e bens públicos, que está sendo colocado em prática com a redução do consumo de água e energia elétrica, utilização consciente de materiais de expediente, redução de plásticos descartáveis, reutilização de materiais que estão em bom estado de conservação, reciclagem, entre outras iniciativas.

Além do papel estratégico dos governos para contribuir com as transformações do meio ambiente, cada um de nós também pode colaborar e desenvolver ações simples. Confira algumas dicas:

– Evite o desperdício de água, energia e alimentos;

– Separe o lixo orgânico e reciclável;

– Diminua o uso de materiais descartáveis;

– Utilize o ar-condicionado com portas e janelas fechadas;

– Desligue luzes e aparelhos eletroeletrônicos quando não estiver utilizando;

– Cultive área verde;

– Reduza o consumo e compre somente o que for necessário;

– Pesquise sobre as marcas que você compra e prefira comprar em lojas com práticas socioambientais.

Com todas essas sugestões, te convidamos a repensar em seus hábitos e incluir critérios de sustentabilidade nas suas ações do dia a dia para contribuir com um mundo mais sustentável. Começando pela nossa casa, trabalho, cidade, estado e assim sucessivamente conseguiremos preservar o planeta em que vivemos e garantir qualidade de vida para a nossa e a próxima geração.

Ana Letícia Gaúna, SAD
Foto: Shutterstock

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!