ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

‘Próximo passo da Sanesul é atuar além de nossas fronteiras’, diz Walter Carneiro Júnior

A ideia da empresa de saneamento, pertencente ao Governo de Mato Grosso do Sul, é fazer gestão e operação na área do aterro sanitário.

Escrito por ACOM/SANESUL

Walter Carneiro Jr. durante entrevista ao Grupo Feitosa de Comunicação

Indicada pela Revista IstoÉ Dinheiro e pelo jornal Valor Econômico como integrante de uma lista privilegiada entre as melhores empresas do Brasil, a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) planeja agora atuar em outros serviços, além do abastecimento de água tratada e esgotamento sanitário, visando expandir seus negócios na área de saneamento básico.

A ideia da empresa de saneamento, pertencente ao Governo de Mato Grosso do Sul, é fazer gestão e operação na área do aterro sanitário.

Essa grande novidade da empresa, que é orgulho do sul-mato-grossense, foi revelada na manhã desta terça-feira (26) pelo seu diretor-presidente, Walter Carneiro Júnior, durante entrevista ao Grupo Feitosa de Comunicação.

Ainda incipiente no país, o setor de aterro sanitário é uma obra de engenharia projetada sob critérios técnicos, visando  garantir a disposição correta dos resíduos sólidos urbanos que não puderam ser reciclados, de modo que os descartes não causem danos à saúde pública ou ao meio ambiente.

Na entrevista, o dirigente disse que a Sanesul é uma parceria que todo mundo quer, em razão dos números e fatores econômicos positivos destacados, mais uma vez, pela mídia nacional.

Segundo ele, mesmo com a PPP (Parceria Público-Privada) assinada em 2020 visando o cumprimento da meta que prevê  a universalização do esgotamento sanitário, a concessionária  continua no controle das ações e à frente da relação com seus 1,7 milhão de usuários nos 68 municípios em que opera.

Walter Carneiro Júnior reforçou que transição com a PPP não trouxe impacto aos usuários e que a Sanesul só tem evoluido em suas ações.

“E nós estamos conseguindo evoluir, não perdendo a gestão, não perdendo o comando do processo. Isso é fundamental, crescendo cada vez mais. Daqui para frente nós vamos romper fronteiras. Nosso projeto e nossa percepção é começar monitorar os leilões e as licitações de novas concessões fora de Mato Grosso do Sul, para a Sanesul poder atuar também além de nossas fronteiras e demonstrar para o Brasil o trabalho que nós fazemos”, revelou o dirigente.

Walter Carneiro Júnior disse que a proposta de atuar na área de aterro sanitário, também fora do Estado, é peça integrante do planejamento estratégico da concessionária que explora os serviços de água e esgoto há 42 anos em Mato Grosso do Sul.

“Vamos atuar não só nos serviços de água e esgoto, existe dentro do plano de negócio da empresa um estudo já referendado pelo nosso Conselho de Administração. Nós estamos desenvolvendo um case, um protótipo para fazer gestão e operação de aterro sanitário, tem tudo a ver com saneamento básico. Então, é um serviço que a gente vai buscar também dentro do plano de expansão de nossa empresa”, anunciou.

Contratos de performance

O dirigente falou ainda, na entrevista, sobre outra inovação que está em prática na empresa, que é o que chamou de “contrato de performance”.

Ele informou que de maneira inédita, a Sanesul trouxe uma inovação na área de contratos de performance, começando por Dourados, onde já está implantado, e o próximo passo é adotar essa prática em Ponta Porã ainda este mês, e em Corumbá no primeiro trimestre de 2022.

“O que é esse contrato de performance? é você trazer o privado para fazer investimento no seu sistema de água, garantindo melhor gestão, mais eficiência, combate a perda, eficiência energética, setorização e macromedição, para você ter melhores resultados. Então, você enfrenta a gestão, traz a expertise de quem estar no setor há muito tempo, também com inovações, isso reflete diretamente no fluxo de caixa da empresa. São essas ações que foram percebidas pelas análises que essas grandes revistas fazem. Os números por si só demonstram a sua situação, se você está bem, se você está mal, o balanço é a sua vida para quem está fora, oportunizando bons negócios”, pontuou.

COMPARTILHE AGORA MESMO