Seminário internacional discute jornalismo e leis de acesso em quatro países

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em parceria com a Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil e a Missão Diplomática Britânica no Brasil, promove na próxima terça-feira, 18.mai.2021, um webinário internacional sobre leis de acesso à informação em quatro países – Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Índia – e como elas beneficiam o jornalismo.

O seminário “LAI e Jornalismo: Caminhos para a Transparência Pública” celebra os nove anos da implementação da Lei de Acesso à Informação no Brasil (Lei federal 12.527/2011). O evento on-line e gratuito será transmitido a partir das 10h30 (horário de Brasília), com tradução simultânea para o português e inglês.

Participarão do encontro: Nate Jones, diretor do departamento de Lei de Liberdade de Informação (Freedom of Information Act, FOIA, na sigla em inglês) do The Washington Post (EUA); Jen Bramley, gerente de parcerias do MySociety, organização sem fins lucrativos do Reino Unido que usa tecnologias on-line para empoderar cidadãos no espaço cívico; Shyamlal Yadav, editor sênior no Gabinete de Investigação do The Indian Express e pioneiro no uso efetivo da Lei RTI (Direito à Informação) da Índia; e Luiz Fernando Toledo, diretor da Abraji e cofundador da Fiquem Sabendo, agência especializada em Lei de Acesso à Informação (LAI).

O debate será mediado por Marina Atoji, gerente de projetos e de comunicação da Transparência Brasil e coordenadora do Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, coalizão de organizações dedicada a defender a Lei de Acesso à Informação (LAI) no Brasil, da qual a Abraji faz parte.

Relatório LAI

Durante o seminário, Luiz Fernando Toledo vai apresentar os principais dados da 4ª edição do relatório da Abraji que avalia o desempenho da LAI nas redações do Brasil. O estudo mostra as dificuldades que os jornalistas enfrentam quando acionam a lei para obter informações para serem usadas em reportagens. Em 2021, o número de respondentes bateu recorde: 384 profissionais de todo o país participaram da pesquisa.

Conheça os palestrantes

Jen Bramley (Reino Unido)
É gerente de parcerias do MySociety, organização sem fins lucrativos estabelecida no Reino Unido que usa tecnologias on-line para empoderar cidadãos no espaço cívico. Criada em 2003, a iniciativa ajuda pesquisadores e jornalistas a usar dados abertos de forma gratuita. Trabalhou como desenvolvedora de projetos na BBC Media Action, braço filantrópico da emissora britânica voltado a projetos que combatem a desinformação, desafiam o preconceito e constroem a democracia.

Luiz Fernando Toledo (Brasil)
É jornalista e mestre em administração pública pela FGV-EAESP. Foi aprovado recentemente para o Master of Science em jornalismo de dados da Columbia University (EUA). Diretor da Abraji desde 2020, é editor de Brasil na Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), consórcio de jornalismo investigativo em mais de 40 países. Tem passagens por Estadão, TV Globo e CNN Brasil, e atua como pesquisador visitante do Reuters Institute for the Study of Journalism, na Universidade de Oxford (Reino Unido). É um dos cofundadores da agência Fiquem Sabendo, especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI).

Marina Atoji (Brasil)
É jornalista formada pela ECA-USP e gerente de projetos e de comunicação da Transparência Brasil. Também coordena o Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, coalizão de organizações dedicada a defender a Lei de Acesso à Informação. Anteriormente, foi gerente-executiva da Abraji.

Nate Jones (EUA)
É jornalista do jornal norte-americano The Washington Post, onde dirige o departamento dedicado à Lei de Liberdade de Informação nos Estados Unidos (Freedom of Information Act, FOIA, na sigla em inglês). Desde 2019, faz parte do núcleo investigativo que produz reportagens a partir de documentos obtidos por meio da FOIA. Jones treina e orienta repórteres a fazer pedidos, refiná-los e superar a resistência burocrática. Na redação, supervisiona um sistema que monitora todos os pedidos de informações. Antes, dirigiu o FOIA Project for the National Security Archive. É autor do livro “Able Archer 83: The Secret History of the NATO Exercise That Almost Triggered Nuclear War Hardcover”.

Shyamlal Yadav (Índia)
É editor sênior no Centro de Investigação do The Indian Express e um dos pioneiros no uso efetivo da Lei RTI (Direito à Informação) da Índia para reportagens investigativas. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ). Venceu diversos prêmios, como o Ramnath Goenka Award for Excellence in Journalism e o Developing Asia Journalism Award for Investigative Reporting. É autor do livro “Journalism Through RTI: Information, Investigation, Impact”.

Serviço

“LAI e Jornalismo: caminhos para a transparência pública”
Dia 18.mai.2021, das 10h30 às 12h (horário de Brasília)
Clique no banner para se inscrever.

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!