ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Taxa de contágio do coronavírus cai em MS, mas pandemia não está controlada adverte secretário

Por G1 MS

Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O secretário estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, disse nesta quinta-feira (17) que nos últimos cinco dias a taxa de contágio do coronavírus no estado caiu de 1,12% para 1,04%. Ressaltou, entretanto, que a meta é ficar abaixo de 1% para reduzir a transmissão da doença.

Resende alertou que apesar dessa queda a pandemia não está controlada em Mato Grosso do Sul. Comentou que hoje foram confirmados mais 831 casos no estado e que a média dos últimos 7 dias é de 850 casos por dia. O total de infectados pelo vírus chegou a 61.794.

O secretário avaliou que a média de casos novos se mantém alta, assim como a de mortes. Nesta quinta foram confirmadas mais 11 e a média ficou em 15,57 por dia nos últimos 7 dias. Desde o início da pandemia o número óbitos é de 1.133 no estado.

Ele comentou que a circulação do vírus continua alta em Mato Grosso do Sul, e que a taxa de testes para a doença que tem apresentado resultado positivo tem oscilado entre 33% e 40%.

Dos casos confirmados no estado, 5.639 são considerados ativos. Desse total, 5.154 estão cumprindo isolamento domiciliar e 485 estão internados, sendo 220 em unidades de terapia intensiva (UTIs).

A taxa de ocupação de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) é de 48%.

O estado tem 1.396 amostras de testes na fila do Laboratório Central (Lacen) em Campo Grande e em instituições parcerias e 3.095 casos sem encerramento pelos municípios. Desde o início da pandemia já realizou 240.845 testes para a Covid-19.

COMPARTILHE AGORA MESMO