Associação Comercial se pronuncia a respeito da “Lei Seca” em Jardim

SOBRE A DECISÃO DE LEI SECA EM JARDIM

🔻No dia 28 de maio, ficou decidido durante reunião do COE, conforme imagem expressa neste post, de que haveria lei seca, diante do alto número de casos ativos de Covid-19.

🔻A decisão que as autoridades lá tomaram, por um período de 14 dias, foi que:

a) Toque de recolher, de 21h00 às 05h00;
b) Lei Seca: de segunda a sexta-feira, à partir das 18h00 — e nos feriados e fim de semana;
c) E também “não concordamos” com o fechamento das academias e proibição de esporte ao ar livre.

🔻Entretanto, a prefeita deste município, “não seguiu o que fora deliberado no COE”, e já no dia 1/6, decretou lei seca em Jardim por 14 dias, contribuindo para o caos econômico nas conveniências, restaurantes e bares.

🔻Sendo assim, a prefeita de Jardim, faltou com a verdade, quando disse ontem (19/6) na Cidade FM, que o Claudemyr Soares, votou favoravelmente ao que ela decretou.

🔻Por fim, me coloco à disposição, de quem quer que seja, para futuros esclarecimentos, e comprovação da veracidade de minha fala.

Atenciosamente,

CLAUDEMYR SOARES
Vice-presidente da Associação Empresarial de Jardim.

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!