Com cheia em rio de água cristalina, trilha fica submersa e ‘bomba’ na internet: ‘Parece um passeio no céu’

Por Flávio Dias, G1MS

Após intensas chuvas, uma trilha ficou submersa e voltou a fazer sucesso na internet. O local “paradisíaco” é o rio do Olho D’água, que fica em Jardim, a 217 quilômetros de Campo Grande. O município fica em uma região conhecida pelos rios de águas cristalinas em Mato Grosso do Sul.

O vídeo feito pelo fotógrafo da natureza, Fernando Maydana, mostra um fenômeno que ocorreu nesta sexta-feira (20), na região da nascente do Rio do Prata. Toda área ficou submersa e mesmo com tanta chuva, a água continuou transparente.

Segundo Maydana, o Rio da Prata que fica nas proximidades encheu, e fez com que o rio Olho D’água formasse uma espécie de represa de águas cristalinas. O fotógrafo ainda reforça que o fenômeno acontece anualmente e atrai muitos turistas por conta das belas imagens: “Parece um passeio no céu”, explicou ao G1.

Cheia em rio de água cristalina se repete e trilha submersa surge em rio de Jardim (MS). — Foto: Fernando Maydana/Imagem

Em uma rede social do recanto ecológico do Rio da Prata, onde está o “Deck do Vulcão”, local que aparece nas imagens, eles ressaltam as belas paisagens submersas que foram formadas pelo fenômeno. Antes das cheia, os turistas faziam o percurso caminhando, com as cheias, o passeio só pode ser realizado por meio de mergulho.

Ainda de acordo com a postagem, o novo cenário aquático só é possível por conta do reflexo da mata ciliar conservada e por estar dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), um tipo de unidade de conservação.

Fernando Maydana, na trilha submersa do Rio Olho'Dágua, em Jardim (MS). — Foto: Recanto Ecológico do Rio da Prata/Divulgação

Fernando Maydana, na trilha submersa do Rio Olho’Dágua, em Jardim (MS). — Foto: Recanto Ecológico do Rio da Prata/Divulgação

Em 2018, outro vídeo viralizou na internet. No mesma região, uma área também ficou submersa e mesmo com tanta chuva, a água continuou transparente.

O passeio de flutuação sob água cristalina parece começar ali, mas na verdade o local é sempre seco e serve de trilha para os turistas que curtem a natureza. Segundo a administração do recanto, essa foi a terceira vez que esse fenômeno aconteceu.
COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!