Governo do Estado já realizou mais de 30 mil ‘sonhos da casa própria’ em Mato Grosso do Sul

O sonho da casa própria se tornou realidade para mais de 30 mil famílias sul-mato-grossenses, entre os anos de 2015 e 2021. Através da Agência de Habitação Popular – Agehab, o Governo do Estado está presente nos 79 municípios com ações que vão desde entrega de unidades habitacionais até regularização fundiária.

Em 2015, o governador Reinaldo Azambuja iniciou a gestão com 15.153 unidades habitacionais que haviam sido contratadas pelo Governo anterior, e que por vários motivos não foram entregues para a população. Os empreendimentos foram concluídos e abrigou famílias, muitas delas que moravam de aluguel. “São habitações que fazem as pessoas melhorarem de vida e saírem do aluguel. A casa própria dá dignidade à família e melhora a qualidade de vida”, destaca o governador.

Já a partir do segundo ano de gestão, o Governo do Estado contratou mais 8.761 unidades habitacionais, das quais 7.454 já foram entregues e 1.307 estão sendo executadas. Uma dessas unidades já entregues mudou a vida da dona de casa, Virgínia Ferreira dos Santos, 30 anos, que até então nunca havia alcançado êxito em comprar uma casa e morava de aluguel, até ser contemplada com uma unidade habitacional no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida.

Virgínia foi contemplada em 2019 e, em 2021, pegou as chaves do seu novo apartamento no Conjunto Residencial Jardim Aero Rancho 7, em Campo Grande. “Minha vida mudou e agora pago uma casa que é minha e dos meus filhos. Nunca me imaginei morando em apartamento, mas estamos gostando muito. Aqui fico segura porque sei que ninguém vai me tirar daqui ou pedir a casa”, disse.

Mãe de dois filhos, Vânia Malaquias de Assis, 24 anos, foi uma das contempladas do Conjunto Residencial Portal das Laranjeiras, em Campo Grande e também destaca a mudança de vida que teve com a casa própria.  “Agora eu posso dizer que meus filhos e eu temos um cantinho nosso e que eu estou realizada”, disse Vânia que junto com mais 368 famílias foi beneficiada com a entrega do empreendimento, em agosto deste ano.

Lote Urbanizado

O sonho da casa própria fica mais próximo da realidade com o projeto “Lote Urbanizado”, idealizado pela Agehab para atender as famílias que não conseguiram ser contempladas por nenhum programa habitacional, 2.190 lotes já foram entregues em Mato Grosso do Sul.

No “Lote Urbanizado”, o município entra com o terreno e assistência técnica, o governo constrói a base da casa até a primeira fiada de tijolos, o restante da construção fica por conta do morador terminar. Atualmente o projeto tem 435 lotes a serem entregues. Em Coxim, o programa mudou a vida da auxiliar de escritório, Rosana Nascimento Barbosa Godoi, de 32 anos. Ela foi beneficiada com o Lote Urbanizado em 2020 e deixou para trás a vida de aluguel.

“É um projeto muito bom, pois dispõe de um lote para que a gente que paga aluguel tenha condições de fazer sua casa. Melhor, pois sair do aluguel é muito”, disse Rosana, mãe de dois filhos, que pagava R$ 550 de aluguel antes de ser contemplada. A casa já foi concluída e, agora, Rosana constrói com o dinheiro que economiza do aluguel, uma varanda para sua nova residência.

Casa de Rosana depois de pronta, em Coxim/MS  (Foto: Arquivo pessoal)

Regularização Fundiária

Desde 2017, o Governo do Estado trabalha para garantir o direito à moradia, às famílias que residem em um terreno não regularizado. Através do programa de regularização fundiária, já são 6.75 títulos entregues em quase todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

Para a diretora-presidente da Agência Estadual de Habitação (Agehab), Maria do Carmo Alvezani, o resultado do trabalho da Agehab, com entrega de unidades habitacionais e regularização fundiária se dá pelo comprometimento dos servidores. “Acho que o sucesso desse trabalho se deve a vários fatores: o respeito do Governo do Estado à sua equipe de trabalho, a motivação da equipe, a união e o reconhecimento da importância que toda a equipe tem da missão da Agehab para a sociedade. Então, o servidor é motivado pois sabe o quanto é importante, na vida de uma pessoa, ter uma moradia, e os que tem a moradia, ter a segurança da propriedade dessa moradia”, disse.

Somando as estregas de unidades habitacionais, lotes urbanizados e os títulos de regularização fundiária, 30.872 famílias “já moram no que é seu” graças aos investimentos do Governo do Estado, em parceria com a União e os municípios.

Joilson Francelino, Subcom

Foto destaque: Chico Ribeiro

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!