Helicóptero que caiu na fronteira com o Paraguai estava ‘recheado’ de cocaína e era clandestino

Por José Câmara, g1 MS

O helicóptero que caiu e matou duas pessoas carbonizadas, na manhã desta quarta-feira (20), estava “recheado” de cocaína, a princípio, de acordo com a secretaria de segurança de Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense que fica na região de fronteira Brasil/Paraguai.

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) disse que a navegação aérea não tem informações sobre o helicóptero, o que significa que a aeronave estava em voo clandestino.

Segundo o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Dracco), o helicóptero caiu na área de uma propriedade rural do município. Uma equipe de Campo Grande foi para o local.

Vários tabletes de droga foram encontrados caídos no lavoura.  — Foto: Redes sociais/Reprodução

Vários tabletes de droga foram encontrados caídos no lavoura. — Foto: Redes sociais/Reprodução

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!