Influencer morta com 14 tiros pelo marido em MS estava discordando de ‘algo muito íntimo’, afirma polícia

Por Graziela Rezende, G1 MS

Eliane Siolim foi morta com diversos tiros — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Eliane Siolim foi morta com diversos tiros — Foto: Redes Sociais/Reprodução

A investigação sobre a morte da influencer Eliane Ferreira Siolim, de 34 anos, aponta que ela estaria discordando de “algo muito íntimo” com o marido e por isso as brigas, segundo a Polícia Civil. Esta inclusive é a linha de investigação, porém, o teor não será divulgado porque envolve um caso de violência doméstica e a filha do casal, de apenas 6 anos, teria presenciado parte da cena.

Eliane levou 14 tiros disparados pelo marido no último domingo (24). Na rede social TikTok, ela fazia sucesso com dublagens e tinha pouco mais de 57 mil seguidores. Depois de sua morte, o perfil ganhou mais 6 mil inscritos, totalizando 63 mil seguidores.

“A investigação é sigilosa porque envolve violência doméstica e também uma criança, porém, o que pode ser dito é que estava ocorrendo um conflito entre o casal. Ela queria uma coisa e ele outra, só que é algo muito intimo e nada tem a ver com os vídeos que ela fazia. Temos já essa linha de investigação e estamos aguardando mais testemunhas para confirmarem estes fatos”, afirmou ao G1 a delegada Marianne Souza, responsável pelas investigações.

 

Conforme a polícia, a filha do casal deve ser ouvida em depoimento especial, mas, não neste momento. “Houve relatos indiretos para a família e soubemos que ela presenciou parte do crime, um relato cruel, então, deve ser feita a oitiva dela. No entanto, neste caso, não é algo para indicar ou condenar o autor do crime, já que ele teve extinta a punibilidade do crime”, disse Souza.

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!