ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Investimentos em Bela Vista impulsionam desenvolvimento econômico e preparam o município para a Rota Bioceânica

Na cidade fronteiriça de Bela Vista, com pouco mais de 28 mil habitantes (IBGE), as entregas da gestão municipalista do governador Reinaldo Azambuja têm contribuído para o desenvolvimento econômico da “Princesinha do Apa”. De 2015 a 2022 os investimentos no município somam cerca de R$ 219,8 milhões. Os recursos foram destinados a atender demandas elencadas como prioridade e contempla áreas diversas como saúde, educação, segurança, habitação e principalmente infraestrutura.

Nos últimos 8 anos a cidade recebeu inúmeras melhorias, entre elas a pavimentação asfáltica e drenagem de aguas pluviais na MS-472, estrada da Caieiras, entre as Ruas Fernando Rodrigues de Miranda e Senhorinha Lopes; nas ruas Rosalino Lino Leite e Guia Lopes; nas ruas: Alvares Cabral, Dr. Geraldo de Souza Rosa, Cel. Ponce Barão do Trinfo; além do contorno rodoviário de Bela Vista numa extensão de 6,500 km.

Para alavancar a região de fronteira e contribuir com a Rota Bioceânica, o Governo do Estado vai investir R$ 92 milhões para restauração, adequação do tráfego e drenagem da MS-384, em um trecho de 67 quilômetros, que passa pelos municípios de Antônio João e Bela Vista. Outros R$ 35 milhões foram destinados para a implantação e pavimentação asfáltica na MS-472 no trecho do entroncamento do Bonfim e Barra do Rio Caracol.

“Este corredor ao Pacífico dará maior competitividade a Mato Grosso do Sul e a toda região Centro-Oeste, integrando definitivamente os quatro países (Brasil, Paraguai, Argentina e Chile) não só economicamente, mas também na cultura e no turismo”, descreveu o governador Reinaldo Azambuja.

Outra entrega importante para a população está no bairro Baixada Corinthiana que por décadas sofreu com poeira na época de seca e barro na época de chuva, recebeu pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais. Essa obra mais o recapeamento na Rua Barão de Ladário teve investimentos que somam R$ 5,3 milhões.

Contorno rodoviário (Foto: Edemir Rodrigues)

A parceria sólida entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal possibilitou a substituição de pontes antigas de madeira por pontes de concreto, que juntas somam investimentos de R$ 9,8 milhões. Iniciativa que, inclusive, levou o setor produtivo de Bela Vista a encontrar no plantio de soja um novo modelo de investimento.

A construção das pontes sobre o Rio Caracol, Rio Piripucu, Córrego Apa, Córrego Apamim, Córrego Damacuê, e Córrego Vacadiga, facilitou o acesso às áreas rurais da cidade. Também está em execução pela Agesul a obra da ponte de concreto armado sobre o Rio Piripucu, na rodovia estadual MS-472.

Unidades habitacionais construídas pela Agehab em Bela Vista

A realidade de 169 famílias também mudou com a entrega de unidades habitacionais e lotes urbanizados. Desde 2015 a Agência Estadual de Habitação também regularizou 248 títulos de regularização fundiária na cidade.

Mireli Obando, Subcom

Foto do destaque: Saul Schramm (ponte sobre o córrego Vacadiga)

COMPARTILHE AGORA MESMO