Menina que teve parte do nariz arrancado por tiro de fuzil passará por nova cirurgia: ‘Tem dificuldade para respirar’

Por Flávio Dias, G1MS

Brenda teve parte do nariz arrancado após ser atingida por 3 tiros de fuzil na fronteira do Paraguai com Brasil. A foto é de antes da menina ser baleada. — Foto: Alcides Gonzales/Arquivo pessoal

Brenda teve parte do nariz arrancado após ser atingida por 3 tiros de fuzil na fronteira do Paraguai com Brasil. A foto é de antes da menina ser baleada. — Foto: Alcides Gonzales/Arquivo pessoal

A menina brasileira de 6 anos que teve parte do nariz arrancado ao ser atingida por um tiro de fuzil enquanto brincava na frente de casa, em Ponta Porã (MS), região de fronteira com o Paraguai, vai passar por um novo procedimento cirúrgico. Segundo o pai de Brenda Micaela Arguello González, Alcides Gonzalez, a filha está com dificuldade para respirar e o custo da cirurgia que será em um hospital privado, está em torno de R$ 18 mil.

“Minha filha ainda tem muito medo de sair de casa. Esses dias ela ouviu o barulho do escapamento de uma moto e voltou correndo assustada. Ele precisa fazer esse cirurgia em março, pois pelo SUS, a disponibilidade é só em dezembro e não podemos mais esperar”, explicou ao G1.

Brenda brincava com os primos na frente da residência onde mora quando foi atingida por três tiros de fuzil no dia 20 de novembro do ano passado. Na época ela foi socorrida e levada para um hospital de Ponta Porã, mas por conta da gravidade, foi transferida para o hospital Universitário da UFGD, de Dourados, região sul de Mato Grosso do Sul. No local ela passou por algumas cirurgias de reconstrução do nariz.

“O medo de Brenda é porque ela lembra de tudo. Minha esposa quando a acompanhava dentro da ambulância, minha filha falava que não estava conseguindo respirar. Minha mulher disse pra ela abrir a boca para puxar ar. Ela estava consciente desde que levou os tiros até chegar no hospital”, relembra.

Ainda de acordo com Alcides, a família está fazendo ações para arrecadar dinheiro para arcar com o procedimento cirúrgico: “Toda ajuda será bem vinda. Só quero ver minha filha bem para que ela possa voltar a ter uma vida normal”, finaliza.

O caso

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, a garota foi ferida no momento em que um homem teria sido alvo de um atentado. Ele foi alvejado e morto com vários tiros de fuzil e de pistola. Uma mulher de 36 anos, também teria sido atingida por um tiro de raspão e foi socorrida.

Na época, o pai de Brenda disse que a filha estava brincando com os primos na frente de casa quando foi atingida pelos disparos. O comerciante também contou que é pai de outra menina, de 10 anos, que não ficou ferida.

“Ela estava a cerca de 100 metros do atentando. Os tiros acertaram uma das mãos, na região da coluna e o outro arrancou um pedaço do nariz dela”, lamenta.

O atentado

Um homem de nacionalidade paraguaia de 22 anos, foi morto dentro de uma caminhonete após ser atingido por vários tiros de fuzil e de pistola na tarde desta sexta-feira (20).

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, o atentado foi em uma área residencial de Pedro Juan Caballero.

Homem foi morto com vários tiros de fuzil de pistola, em Pedro Juan Caballero, Paraguai. — Foto: Pedrojauninos Online/Foto

Homem foi morto com vários tiros de fuzil de pistola, em Pedro Juan Caballero, Paraguai. — Foto: Pedrojauninos Online/Foto

Ainda de acordo com a ocorrência, o carro da vítima era blindado, mas não foi suficiente para protegê-lo. Ele ainda era foragido da Justiça paraguaia e respondia pelo crime de furto qualificado e por utilizar documentos falsos.

A polícia suspeita que três atiradores participaram do atentando. No local do crime, foram encontrados cartuchos de pistola 9 milímetros e de 3 fuzis.

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!