Após cumprir pena no Paraguai, Capilo será extraditado para o Brasil nesta sexta-feira

 

ABC Color*

Carlos Antonio Caballero, vulgo Capilo, será extraditado nesta sexta-feira (20/01) ao Brasil, segundo resolveu ontem o juiz Hugo Sosa Pasmor. O conhecido narcotraficante já cumpriu seu condenação de sete anos no Paraguai e sua extradição foi requerida pelo Brasil.
O juiz Hugo Sosa Pasmor, estac como interino do seu colega colega Tadeo Fernández, e aceitou o pedido da justiça brasileira sobre o narcotraficante Carlos Antonio “Capilo” Caballero, confirmou a jornalista do ABC Color Perla Silguero.

De acordo com a resolução, Capilo será transladado as 9h do Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, direto para o Brasil.

Capilo foi capturado em dezembro de 2009, durante uma operação na estancia El Hotel, na localidade de Yby Yaú, departamento de Concepción.

Caballero foi condenado a um total de sete anos de prisão por lavagem de dinheiro e violação da Lei de Armas, além de associação criminosa (formação de quadrilha). A condenação foi confirmada pelo Tribunal de Sentença presidida por Elio Ovelar e integrado por Víctor Alfieri e María Luz Martínez, em 2014.

O narco completou sua condenação no Paraguai no dia 27 de dezembro de 2016, agora a Fiscalía encerra sua ação e encaminha para a justiça brasileira.

Em 21 de dezembro de 2016, o Ministerio Público pediu ao Juiz Penal de Garantías Tadeo Fernández varias diligencias para completar o tramite para o hombre ser levado ao vizinho país, onde tem um processo pendente por tráfico de cocaína.

No Brasil se aponta que Capilo “exportava” pistoleiros desde Pedro Juan Caballero para operar por trabalhos ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!