Raphael Modesto solicita mastologista e um aparelho de densitometria óssea para o CRE Dr. João Kayatt

Raphael Modesto solicita mastologista e um aparelho de densitometria óssea para o CRE Dr. João Kayatt

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Raphael Modesto, solicitou durante a sessão ordinária desta terça-feira, 15 de junho, ao prefeito Hélio PeluffoFilho, e ao secretário municipal de Saúde, Dr. Patrick Derzi, que seja disponibilizado um médico mastologista no Centro Regional de Especialidades Dr. João Kayatt.

Tendo em vista que se trata de um profissional com especialidade imprescindível para as mulheres, uma vez que existem muitos pacientes que necessitam de tratamento naquela especialidade”, explicou o vereador.

Densitometria óssea

O presidente da Casa Legislativa, Raphael Modesto também solicitou ao prefeito Hélio Peluffo Filho, e ao secretário municipal de Saúde, Dr. Patrick Derzi, que seja adquirido um aparelho de densitometria óssea para o Centro Regional de Especialidades Dr. João Kayatt.

O parlamentar disse que a presente indicação se justifica pelo fato que os pacientes de Ponta Porã, que necessitam fazer o referido exame se encontram na fila de espera para a realização do exame em Campo Grande. A aquisição desse aparelho, irá trazer inúmeros benefícios para os que precisam, encurtando o tempo de espera e sendo assim, acabaria com a fila de espera para o atendimento e como consequência acabaria também com o deslocamento de pacientes”, justificou Raphael Modesto.

Manutenção em rua

Durante a sessão ordinária, o presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Raphael Modesto, encaminhou a terceira indicação ao prefeito Hélio Peluffo Filho, com cópia ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, solicitando que seja efetuada a pavimentação asfáltica na Rua Manoel Guedes Gordon, no Jardim Primor.

Raphael Modesto justificou seu pedido dizendo que o asfalto proporciona qualidade de vida e segurança no trânsito. “Com a chegada do asfalto haverá inúmeros benefícios e qualidade de vida, visto que as ruas encontram-se intransitáveis, por conta dos buracos e poças d’água trazendo prejuízos para os automóveis que ali transitam, além de dificultar o acesso para a população adentrar em suas residências ou se deslocar para outros bairros”, concluiu o presidente da Câmara Legislativa.

COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!