Lourdes Monteiro pede redutor de velocidade em trecho perigoso e limpeza perto da nascente do São João

A vereadora Lourdes Monteiro solicitou à Prefeitura de Ponta Porã, a instalação de um redutor de velocidade na Avenida Internacional/ BR 463, nas imediações do Monumento das Cuias. A parlamentar está preocupada com uma situação resultante do grande movimento naquela região, com a possibilidade de ocorrência de acidentes de trânsito.

Segundo ela, “o excesso de velocidade é uma das principais causas de acidentes no trânsito e muitas vezes causa danos irreversíveis. Se o excesso de velocidade causa tantos danos, na contramão deste caos, estão as velocidades seguras que seguem a favor da vida. A viabilização de redutores de velocidade será relevante na diminuição dos acidentes, principalmente naquela região que faz travessa com uma rodovia e possui alto fluxo de movimentação”, argumentou a vereadora, justificando o pedido.

A solicitação foi formalizada por meio de uma indicação, apresentada na sessão ordinária de 16 de março, na Câmara Municipal de Ponta Porã. O documento foi encaminhado ao prefeito Hélio Peluffo Filho, com cópia ao secretário municipal de Segurança Pública e Trânsito, Marcelino Nunes de Oliveira.

LIMPEZA

Lourdes Monteiro também apresentou indicação em que solicita providências quanto à limpeza do lixo nas imediações da nascente do córrego São João, na Rua Calógeras, região central de Ponta Porã.

O pedido foi encaminhado ao prefeito Hélio Peluffo Filho e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso.

A vereadora justificou a solicitação afirmando que “de acordo com diversas reclamações a respeito da área de preservação ambiental da nascente do córrego São João, localizado na Rua Calógeras, nas proximidades do antigo “Hospital Samaritano”, há registro frequente de pessoas utilizando o espaço para descarte de lixo. E também, de pessoas frequentando aquele lugar para a prática de atividades ilícitas. O acúmulo de lixo tem ocasionado o desconforto dos moradores locais devido ao mau cheiro e pela possibilidade de proliferação de animais peçonhentos. O intuito da solicitação de limpeza é justamente evitar o desconforto gerado a esses moradores, além de, com uma atenção especial, ocasionar um possível afastamento dosestranhos frequentadores do local”, disse a parlamentar.