ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

, ,

Outubro Rosa: Seilog e Agesul ampliam discussões sobre o câncer de mama

A Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística) e a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) estão engajadas na campanha Outubro Rosa 2023 para ampliar as discussões sobre o câncer de mama, fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde do Brasil para a prevenção da doença e contribuir para a redução da mortalidade.

Neste ano, a coordenadora da Divisão de Apoio ao Servidor da Agesul/Seilog, Roseli Ortega, convidou a médica mastologista Thaís Daltoé Inglez para ministrar palestra sobre o tema aos servidores da Infraestrutura. O objetivo é compartilhar informações, conscientizar sobre a doença e orientar em relação aos serviços de diagnóstico.

A palestra será ministrada no próximo dia 17, às 10h30, no auditório da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), no Parque dos Poderes, em Campo Grande. Além dos servidores da Seilog e da Agesul, a campanha tem como público alvo as pessoas que trabalham na Agraer e na Semadesc (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

Dra. Thaís Regina Daltoé Inglez

A médica mastologista Thaís Regina Daltoé Inglez é presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, regional de Mato Grosso do Sul (SBM-MS). Ela é especialista na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças ou alterações das mamas.

Outubro Rosa

Movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, o Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, dos Estados Unidos. Celebrada anualmente, a data entrou oficialmente para o calendário de eventos  do Brasil em 2018, através da Lei nº 13.733.

Segundo a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde, os objetivos principais da campanha são: compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento; e contribuir para a redução da mortalidade da população.

Dados tabulados pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) apontam que o câncer de mama feminina é o mais incidente no mundo, com 2,3 milhões (11,7%) de caso novos, seguido pelo câncer de pulmão, com 2,2 milhões (11,4%); cólon e reto, com 1,9 milhão (10,0%); próstata, com 1,4 milhão (7,3%); e pele não melanoma, com 1,2 milhão (6,2%) de casos novos.

Ainda segundo o Instituto, para o Brasil, a estimativa para o triênio de 2023 a 2025 aponta que ocorrerão 704 mil casos novos de câncer, 483 mil se excluídos os casos de câncer de pele não melanoma. Este é estimado como o mais incidente, com 220 mil casos novos (31,3%), seguido pelos cânceres de mama, com 74 mil (10,5%); próstata, com 72 mil (10,2%); cólon e reto, com 46 mil (6,5%); pulmão, com 32 mil (4,6%); e estômago, com 21 mil (3,1%) casos novos.

Serviço

Evento: Palestra Outubro Rosa com a presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, regional de Mato Grosso do Sul (SBM-MS), Dra. Thaís Regina Daltoé Inglez
Local: Auditório da Agraer, no Parque dos Poderes, em Campo Grande
Data: 17 de outubro
Horário: 10h30

Bruno Chaves, Comunicação Seilog
Foto: Divulgação

Da Redação com informações GOV-MS

COMPARTILHE AGORA MESMO