Prefeito Hélio Peluffo destaca parcerias em vacinação

Rotarianos colaboram com campanha da vacinação

Prefeito Hélio Peluffo Filho destaca e agradece participação do clube de serviço

 Os rotarianos de todos os clubes da fronteira colaboraram com a Campanha de Vacinação contra o Sarampo realizada no último sábado, dia 19. Em Ponta Porã, as doses foram aplicadas em vários pontos da cidade para facilitar o acesso da população, tendo como público alvo crianças menores de 5 anos de idade. Os pais e responsáveis também puderam atualizar a carteira de vacinação de seus filhos com aplicação de doses de outras vacinas. O trabalho foi acompanhado pelo prefeito Hélio Peluffo Filho e pelo secretário de Saúde de Ponta Porã, Patrick Derzi.

Voluntários do Rotary Clube Ponta Porã/Pedro Juan Caballero atuaram em apoio em vários locais da fronteira. A Prefeitura de Ponta Porã, através da Secretaria Municipal de Saúde, preparou servidores e toda uma estrutura para atender a comunidade nos postos de saúde: ESF Sanga Puitã, ESF Zeneida T. de Siqueira no Residencial Kamel Saad, Consultório na Rua na Linha Internacional, ESF Itamarati, ESF Dr. Nery Alves Azambuja, ESF Dr. Pedro Monteiro no Jardim Aeroporto, Centro Integrado de Saúde (CIS) no Jardim Santa Isabel, ESF da Vila Áurea e ESF do distrito de Cabeceira do Apa.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ressaltou o apoio do Rotary Clube e de outros setores da sociedade civil e anunciou que os municípios que atingirem a meta de 95% de cobertura vacinal vão receber incentivo financeiro de R$ 1 por habitante. “Estamos empenhados em realizar o bloqueio do sarampo no País. Os municípios que atingirem 90% da meta vão receber metade do incentivo e os que ultrapassarem a meta de 95% vão receber 100% do recurso. Queremos estimular as prefeituras para que ampliem a cobertura vacinal”, disse Mandetta.

O objetivo da campanha é nesta primeira etapa vacinar as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade. Na segunda fase serão imunizados adultos na faixa de 20 a 29 anos de idade. A meta é atingir pelo menos 95% de cobertura vacinal de rotina, de forma homogênea, do público-alvo a ser vacinado.

A campanha de vacinação contra o sarampo acontecerá em duas etapas: até 25 de outubro será aplicada a dose em todas as crianças não vacinadas, de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias). O “Dia D” de mobilização nacional ocorreu no último sábado, dia 19. A partir de agora também já estão disponibilizadas as doses de vacina para adultos jovens não vacinados, na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. Para eles, o “Dia D” está marcado para 30/11.