ACESSO FÁCIL
Pesquisar
Close this search box.

Promoção da inovação e fomento ao empreendedorismo são resultados do Cidade Empreendedora em Ponta Porã

Executado pelo Sebrae/MS, em parceria com a Prefeitura Municipal, programa ampliou o número de abertura de empresas na cidade e melhorou o ambiente de negócios

Fortalecimento do comércio local, promoção da inovação, melhoria da gestão pública e fomento à cultura empreendedora nas escolas. Essas foram algumas das vertentes trabalhadas pelo programa Cidade Empreendedora em Ponta Porã, executado desde maio de 2022, em uma parceria entre Sebrae e Prefeitura Municipal.

Nessa quarta-feira (12), os resultados desse trabalho foram celebrados com a entrega de uma placa ao prefeito de Ponta Porã, Eduardo Campos, feita pelo conselheiro do Sebrae/MS e diretor-superintendente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect), Márcio de Araújo Pereira. A honraria é uma forma de reconhecer o empenho da gestão municipal para tornar o município um ambiente melhor para os pequenos negócios e marca o encerramento do programa Cidade Empreendedora em Ponta Porã.

“O programa foi extremamente positivo para a nossa cidade, pois nos permitiu evoluir em muitos aspectos. Tivemos novas perspectivas e novas possibilidades a partir do desenvolvimento de ações que trouxeram conhecimento para facilitar a vida do empreendedor. Foi muito importante para o nosso dia a dia essa parceria com o Sebrae e a gente espera que continue em outros projetos”, destacou o líder do executivo.

Segundo o conselheiro do Sebrae/MS, o trabalho feito pela administração municipal em conjunto com a instituição foi um dos fatores que contribuiu para o crescimento do município. “Sou pontaporanense e fico feliz de ver o quanto Ponta Porã tem evoluído, principalmente, nos últimos anos. Hoje vemos uma cidade estruturada e preparada para tornar-se o que ela foi destinada para ser que é essa referência de comércio exterior dentro do Brasil, fazendo conexões e trazendo novas oportunidades de negócio, como um portal para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, ressaltou Márcio.

A partir do programa Cidade Empreendedora, foram realizadas diversas ações em Ponta Porã focadas em eixos estratégicos com base na necessidade do município. O principal deles, norteador do trabalho, foi “Cidade de Negócios” com o foco em alavancar a economia através da transformação do desemprego em empreendedorismo. Algumas das iniciativas que tiveram esse propósito foram estruturadas a partir da construção do Plano de Desenvolvimento Econômico elaborado em conjunto com as lideranças locais.

Para o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, o sucesso da execução do Cidade Empreendedora e as conquistas alcançadas são reflexos de uma gestão municipal comprometida e do envolvimento da sociedade como um todo. “O Sebrae leva para o município um conjunto de ferramentas para impulsionar o processo de desenvolvimento e oferece apoio para que isso aconteça, mas é o engajamento da Prefeitura, das lideranças locais e da sociedade que fazem as ações saírem do papel e gerarem transformações. Para nós, é um orgulho ver que estamos colhendo frutos hoje graças ao comprometimento da administração municipal que acreditou na nossa instituição e se empenhou em fomentar o empreendedorismo, desburocratizar processos e tornar o município um lugar melhor para as pessoas viverem”, pontuou Mendonça.

Apoio ao comércio local e fomento à inovação

O Sebrae atuou no município de Ponta Porã melhorando o ambiente de negócios para quem quer empreender e dando suporte tanto para o pequeno empresário quanto para os produtores da agricultura familiar. Neste sentido, foram realizados mais de 27 mil atendimentos durante a execução do programa, alcançando cerca de 2.800 empresas distintas localizadas na cidade.

Dados da Receita Federal, mostram resultados expressivos desse trabalho com o fortalecimento do comércio local e surgimento de novos negócios. Durante a execução do Cidade Empreendedora, de maio de 2022 a abril de 2024 houve a abertura de 2.854 novos negócios no município. Atualmente, são 8.728 empresas ativas na cidade. O levantamento também mostra um crescimento de 39% no número de microempreendedores individuais se comparado ao período anterior, com 1.181 novas formalizações. No total, há 4.186 MEIs ativos no município.

Dentre as iniciativas que possibilitaram esse resultado, esteve o Dia da Oportunidade. O evento gratuito, ocorrido em maio de 2023, promoveu uma ampla programação composta por capacitações, Sessão de Negócios para conectar os empreendedores, além de uma feira onde comerciantes e produtores da agricultura familiar puderam expor os produtos para a população.

Para fomentar à economia criativa na região e promover a valorização do artesanato local, foi realizado, em Ponta Porã, um plano de ação voltado para a qualificação de cerca de 100 artesãos locais. O grupo participou de dez capacitações, entre palestras e oficinas, que abordaram temas como vendas, inovação, precificação, marketing digital e associativismo.

Com o Cidade Empreendedora, também foram realizadas melhorias em espaços que oferecem suporte a quem deseja empreender como é o caso da Sala do Empreendedor. O local recebeu uma nova identidade visual, além de um kit composto por notebooks e camisetas que irão auxiliar na prestação de serviço.

Além da Sala do Empreendedor convencional, em 2024, Ponta Porã foi um dos três municípios do Estado a inaugurar uma Sala do Empreendedor Rural voltada para atender produtores da agricultura familiar e empreendedores que vivem no campo. Para disponibilizar os serviços de forma mais próxima a esse público, o espaço funciona na sede da Subprefeitura do distrito de Nova Itamarati, localizada no quilômetro 45, da MS-164, e foi viabilizado para atender os moradores do Assentamento Itamarati – considerado um dos maiores do Brasil com, aproximadamente, 16 mil moradores.

Outra iniciativa realizada em Ponta Porã, por meio do Cidade Empreendedora, teve como foco a inovação. Para ajudar os pequenos negócios a melhorarem processos, além de utilizarem novas tecnologias ao seu favor, o Sebrae ofereceu diversas capacitações ao comércio local nesse contexto.

Também foi feito um trabalho em conjunto com a prefeitura municipal no sentido de transformar Ponta Porã em um ambiente mais propício a inovação, com a criação de um Ecossistema Local de Inovação, lançado em 2023, composto por entidades do Sistema S e instituições de ensino, além de empreendedores locais. Nessa quarta-feira (12), o grupo assinou um Pacto pela Inovação no município, firmando o compromisso de realizar ações conjuntas para fomentar a área.

Melhoria da gestão pública e compras governamentais

Por meio do programa Cidade Empreendedora, o Sebrae também atuou capacitando os servidores públicos para que pudessem desenvolver o espírito de liderança e a melhoria de processos, o que refletiu positivamente no serviço público oferecido à população. Desde 2022, o Sebrae levou mais de 12 ações para Ponta Porã, entre missões-técnicas, oficinas e cursos, impactando em média 250 servidores.

Com a melhoria nos processos, houve a desburocratização de serviços prestados pela administração municipal. Neste âmbito, foi elaborado um planejamento com adoção de estratégias para a melhoria do ambiente de negócios do município, o que resultou na redução do tempo médio de abertura de empresas em, aproximadamente, 68%, segundo informações do site da RedeSim do Governo Federal. Atualmente o procedimento é feito, em média, em 14h, em Ponta Porã.

Já na área de Compras Públicas, a equipe também recebeu consultoria especializada para tornar o processo mais célere e eficiente e conhecer as estratégias que podem ser aplicadas para beneficiar os pequenos negócios locais nos editais de licitações – um tratamento diferenciado previsto pela lei 123/2006.

Além disso, o município adotou ferramentas para incentivar os empreendedores locais a participarem dos pregões, como a confecção do cronograma anual de compras que apresenta aos interessados o período em que a prefeitura adquire cada produto, possibilitando que os empresários se organizem para atender o processo licitatório.

Os servidores também recebem consultoria para se adaptarem à modalidade especial de licitação que autoriza a administração municipal a contratar soluções inovadoras, seja por meio de startups ou empresas tradicionais. O contrato público para esse tipo de solução está previsto no Marco Legal das Startups aprovado em 2021.

Cultura empreendedora

Mais uma iniciativa desenvolvida em Ponta Porã foi o fomento a uma cultura empreendedora nas escolas. Cerca de 5.300 estudantes da Rede Municipal de Ensino foram contemplados com soluções que abordam competências empreendedoras, em 2022 e 2023.

Nesse período, professores foram capacitados para a abordagem do tema em sala de aula e uma das ações promovidas foi a aplicação da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), voltada para estudantes do ensino fundamental.

Outra iniciativa foi o projeto Recicla Verdinho, implementado na Escola Municipal João Carlos Pinheiro Marques, em 2023, contemplando 110 estudantes. A ação promoveu a consciência ambiental, educação financeira e empreendedora, ao possibilitar que os estudantes trocassem materiais recicláveis por “verdinhos” e, com a moeda social, adquirissem alimentos saudáveis na feira da cidade.

O material reciclável arrecadado foi doado para a Associação de Catadores de Resíduos Sólidos (ASCARS) e o valor dos produtos fornecidos para as crianças foi repassado para os produtores da agricultura familiar cadastrados, o que gerou renda para as famílias que vivem no campo. O projeto foi desenvolvido em parceria com a Ciarama Máquinas e Insumos Agrícolas.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas pelo número 0800 570 0800 ou pelo site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

* Sebrae/Diretoria de Comunicação

COMPARTILHE AGORA MESMO