Sindicato Rural, Senar MS e Produfertil cultivam tomate grafe em estufa no Parque de Exposição de Ponta Porã

Lile Corrêa*

Quando começar a 43ª Exporã que vai de 3 a 12 de março de 2017, os visitantes da maior feira da região de fronteira que visitarem o Parque de Exposição Alcindo Pereira vão poder conhecer “in loco” o projeto do Sindicato Rural, Senar MS e empresa Produfertil que instalaram estufas para a produção de tomate grafe.

Joaquim Aparecido Carvalho contou ao Jornal Che Fronteira que as estufas tem 30 metros de comprimento por 8,60 metros de largura e esta sendo cultivado tomate grafe , sendo dois cultivares de tomate um salada e outro saladinha, são 480 plantas com duas hastes em cada planta, em uma estufa”. A próxima estufa será instalada no dia 27 de fevereiro, mencionou Joaquim Carvalho, nas plantas é aplicado uma solução nutritiva e é feito um controle de pragas e doenças de acordo com o desenvolvimento das plantas. No projeto tem três pessoas trabalhando no trato cultural.

Os tomates do segmento grape são cultivados, em estufas e contam com o método de segurança alimentar, ou seja, redução na utilização de agroquímicos e a utilização racional da água, devido ao sistema de fertirrigação via gotejo, o que visa também o controle de pragas.

Devido ao seu cultivo predominantemente em estufas, as condições climáticas não interferem diretamente na produção, sendo possível plantar o tomate no município durante quase todo o ano.
Sweet Grape é o autêntico tomate tipo uva originário do Japão. Chegou ao Brasil através da empresa Sakata Seed no ano 2000 e os primeiros cultivos experimentais foram realizados em 2007. Possui sabor adocicado, diferente dos tomates comuns, o que permite que seja consumido como fruta ou também como tira-gosto.
COMPARTILHE AGORA MESMO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
COMENTE AGORA MESMO!